• 天の道を往き、全てを分かる男

    Diálogos de Maximino II


    Izanami: O estado não age com justiça, os casos de abuso infantil, agressão a mulher. Não existe outra resposta que não racial.

    Eu: Não existe justiça. Não existe o que quer que se invoque.

    Izanami: Não é econômico, nem de classe?

    Eu: É espiritual, Izanami.

    Izanami: Contra negros? É maldade, por ignorância e poder

    Eu: Contra todos..

    Izanami: Um negro numa favela ou periferia morre por ser preto.
    Um abusador vai a julgamento. Ainda existe uma possibilidade do sistema absolver ele, a vida é de certa forma poupada, mas os meninos não (...) a proporção disso é absurda!

    Eu: Racismo pertence ao sistema. “Tá na Matrix”. Tá no “Poço”. No entretenimento japonês. 

    Não dá para resetar…
    Bone Thug in Harmony é um grupo vocal rapper ativo desde a era Tupac. No início da faixa do vinil pode-se ouvir: Racism is on the system. It means, you cannot change and you cannot fight for. It's just there. (O racismo está no sistema. Ou seja, você não pode mudar e também não pode lutar a favor dele.. Ele é, lá).

    Izanami: Não entendo pq nao pode mudar.. é parte desse modelo de sociedade, né?

    Eu: Pq é espiritual. Não é contra homens, mas sim principados e potestades.

    Izanami: O racismo? Não estou entendendo!

    Eu: Sempre me refiro a todos. Racismo é uma bandeira..

    Izanami: Como assim amigo? É uma ação. Uma atitude e atividade. Não uma ideologia só.

    Eu: Todas as formas de opressão.

    Izanami: Quem faz mal ao homem faz mal a quem? - A si mesmo e ao outro. Mas o desejo de fazer mal por ódio de etnia... é maldade Max!

    Eu: (fazer mal por ódio de etnia) Isso é legítimo. É o medo.

    Eu: Há três casos aí.

    1 - Os que fazem mal como "cavalos" dessas potestades.
    2 - Os que fazem mal a si mesmo tentando ser como os cavalos.
    3 - Os que fazem mal sem saber o que fazem.


    Izanami: É pq vc fala de um jeito como se nunca fosse mudar nada. Num sentido amplo.
    Penso que hoje não me ofende alguém falar mal da minha estética, rir, não gostar, mas a partir do momento que fere meu direito, eu tenho que encontrar um mínimo de condições de ter meus direitos garantidos. Você foi lesado, tem direito a indenização.

    Eu: Eu não tenho direitos. Não tenho voz.
    Isso só muda com um novo império; Persa, Mongol, Chinês,.. não o Romano (pq é o que está aí)..

    --

    Izanami: Começaram uma campanha de pôr uma foto toda preta.

    Eu: Foi como eu falei.. Modismo... Bandeiras.. Pridefall*

    Izanami: E junto com as figurinhas antifascista. - Hahahaha!
    Olha...misericórdia.



    * Queda do orgulho - Ataques virtuais na intenção de exibir imagens chocantes que supostamente "falariam contra a causa LGBT". O mesmo “conceito” é usado para esfriar ou denegrir o real significado de manifestações (sobre o que quer que seja); através de vandalismo (infiltrados nas manifestações), memes sobre o tema e campanhas virtuais bonitinhas.

     

    Música

    O profeta do Óbvio