..e quanto ao Olimpo?

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016 | às 11:37

- Essa foi a pergunta que Izanami fez a mim, após lhe contar sobre a chegada da paternidade.

Respondi a ela o mesmo que já havia falado para os oráculos, ninfas e musas:
  
"Terá que me esquecer."

Uma resposta pronta. Na verdade, uma memória subconsciente da última sentença da rainha Sindel.

Foi algo sem pensar ou uma tentativa de enganar os deuses?


Hypatia de Alexandria: – Por que os movimentos dos errantes são tão aleatórios?
 
Maximino, o mestre:  Por que procuras ordem naquilo que é essencialmente irregular?

0 comentários:

Postar um comentário

Blank