Home » » Nossos sonhos serão verdade. O futuro já começou

Nossos sonhos serão verdade. O futuro já começou

terça-feira, 4 de outubro de 2011 | às 19:30

Minha mente é muito seletiva, lembra de coisas que só convém
a ela (o que não convém a mim)! 

Então, em 2000, decidi começar a escrever um “relatório diário” (para que Nath não brigue comigo! " - Homem não tem diário.").

Meu desejo era lembrar com detalhes das Olimpíadas de
Barcelona, da sensação de andar num ônibus novo, das conversas com minha prima Priscila, primo Marquinhos, das cartas e desenhos para tia Glaucenira, das amigas da minha tia Gene que passavam férias lá em casa, das Odisséias com o meu tio ídolo Eudinho, dos elogios na escola, dos elogios na igreja, das mudanças de endereço, dos momentos de dificuldade financeira na família, da alegria do meu pai (independente das situações), das ídas de trem à casa de Vovó Gorda, da morte do meu pai, de ca-da mi-nu-to que passei com a Cidinha, dos jantares do tio Clério, das saídas com Leonardo, do Colégio Cenecista Athayde Parreiras (minha 2ª casa, onde ri,
chorei, aprendi, ensinei, amei - Fabiana Araújo Costa onde estará você, minha amiga?).

Infelizmente tenho que me concentrar muito para recordar de cada momento citado e certamente muitas coisas não serão lembradas.
Apesar de eu ter 'escritos diários pré-históricos', que datam de 1992, esses registros são muito vagos, cheios de simbolismos e códigos.

Por isso, passei a escrever diariamente (e claramente) tudo o que acontecia fora do meu cotidiano, a partir de 2000. 
..


Em 2002, com 18 anos, sepultei minha rotina e a vida passou a ser diferente todos os dias (questão de ponto de vista, é claro!) e as páginas dos “relatórios” começaram a ficar cheias! Todavia, houve um hiato em 2003, não escrevi nada sobre esse ano, lamentável;
Mas recebi um “tesouro dos céus” e hoje sou capaz de lembrar cada detalhe vivido, tamanha foi a importância daqueles dias para mim. 
De lá pra cá, tudo está escrito! E ao final de cada dia, uma oração de agradecimento.


Mas..
Essa postagem é para dizer que minha fascinação em deixar algo escrito para meus futuros não tem sido excitante como antes e, algumas vezes, tenho procrastinado fazê-lo.
Por questões financeiras, em 2009, fiquei 30 dias sem escrever, sendo necessário entrar em meditação por várias horas, para recuperar as lembranças e pô-las no papel. No início deste ano, novamente deixei de relatar meus dias por causa de uma crise de ansiedade, perdi o carnaval para ficar em dia comigo mesmo (aproveitando para corrigir outras áreas também).
Hoje, me encontro mais uma vez nessa situação; Me sinto mal, pois estou sem tempo para entrar em meditação, nem sei se conseguirei meditar pelo menos até março de 2012!

Como o blog foi feito para que eu e os meus dias fossem explicados, quero desde já pedir desculpas à Fernanda, minha filha. - Não há nada mais absurdo do que você, Nanda! Ao meu baterista preferido! - Quanto orgulho eu tenho em ser seu pai! Aos meus fiéis discípulos - Que honra poder vê-los discipulando outros! Aos amigos que fiz na Internet: Brasileiros, Chilenos, Norte Americanos, Chineses, Japoneses.. E aos amigos leitores.
..

Perdoem-me.

"- Eu vou melhorar. Vocês vão ver."
(Edinéia Macedo, 2011)

0 comentários:

Postar um comentário

Blank